Bem Vindo ao blog Os CEARENSES.

A PRAIA “SEM” FUTURO E O MÍSSIL DE SAL DA CAGECE

COMPARTILHE:

Nos anos 60’s era a “Praia do Futuro”, futuro que não chegou nos anos 70’s, 80’s, 90’…2020. Uma das mais belas praias urbanas dentre as capitais brasileiras, a Praia do Futuro ficou esse tempo todo agonizando e presa ao seu próprio passado. Um passado de expectativas não realizadas. Esperanças de um Plano Diretor moderno e ousado, contendo um disciplinamento urbano, ambiental e de uso e ocupação do solo capaz de viabilizar algum futuro compatível com a beleza da praia. Expectativas de marcos regulatórios capazes de atrair investimentos privados em sua principal vocação econômica que é o turismo, lazer, entretenimento, cultura e no setor imobiliário. Seriam milhares de empregos dentro de Fortaleza.

Desprezada impiedosamente por quem deveria ordenar o espaço urbano, restou a Praia do Futuro assistir as forças naturais da degradação urbana, alimentadas pela pobreza, enfavelamento e ausência de infraestruturas requalificadoras e indutoras, corroerem suas chances de ter um passaporte para o futuro que batizou seu nome. Hoje temos duas Praias do Futuro: a “velha”, uma favela já adulta e hoje nivelada ao Serviluz, e a “nova”, aonde tentam sobreviver os empreendedores das barracas de praia e os poucos heróis hoteleiros que apostaram na chegado do futuro de uma praia hoje sem horizonte.

Se for verdade metade dos impactos ambientais que alguns especialista estão apontado, resta consignar de vez que não tem limites a completa insanidade governamental, vez que restou ao Governo do Estado, através da sua estatal de água e esgoto CAGECE, a indigna tarefa de lançar o míssil de misericórdia no futuro da praia, acabando de vez com ela em face do desarranjo social que prosperará na esteira da operação de uma grande usina de dessalinização a ser construída bem no seu coração.

Se alguma fração dos impactos ambientais que circulam em rodas especializadas, de fato, se materializarem, a Praia Sem Futuro será nosso próximo Pirambu, em poucos anos. Nem Fortalezense vai mais tomar banho lá, muito menos turista comer caranguejo. Nenhum hotel ou barraca de praia sobreviverá na região se os impactos comentados se efetivarem. A Praia Sem Futuro pode virar um Mar Morto e Fortaleza, que nunca garantiu sequer a balneabilidade de suas praias perde definitivamente sua última fronteira em direção ao desenvolvimento econômico. É a joia da coroa de sua economia, que sequer foi explorada, como uma bacia petrolífera que todos sabem que existe mas ninguém se organiza para explorar de forma sustentável.

Essa Usina de Dessalinização e geração de miséria tem que ser na Praia do Futuro? Aonde andam o prefeito e os vereadores? A população sabe dos riscos ambientais? Os moradores foram informados? Ou será que as forças ocultas do acordo de Miami que objetivam operar esses 3,2 bilhões de Reais em 30 anos são maiores que todos juntos? Ou isso tudo é uma mentira estúpida ou é uma verdade cruel. Ou é intriga da oposição ou um gigantesco esquema da situação.

Quando tudo estava pronto no governo do estado(CAGECE) para disparar o míssil de sal que arruinará a faixa de Gaza de Fortaleza eis que, surpreendentemente, sobe ao ringue, para reforçar a luta da razão contra a irracionalidade, o poderoso lobby das gigantes das telecomunicações afirmando que Elmano pode desconectar o Brasil do mundo em face dos estragos adicionais do míssil de sal sobre os muitos e sensíveis cabos de fibra ótica que entram no continente exatamente pela esquina Atlântica da América do Sul. Ou seja, se não fosse esse reforço de peso, apenas os danos sociais e a destruição de empregos na região não seriam capazes de conter o ímpeto dos incautos.

No Ceará somos testemunha de que o absurdo e o devaneio sempre ladearam o Governo local desde os tempos do aquário, do tatuzão, do CFO, etc. etc. Sendo assim, é plausível admitir que outra excrescência pode sim estar a caminho. O fato é que a CAGECE Elmanista e nada humanista decidiu rasgar a lei de trânsito mais importante que determina que “em caso de dúvida, não ultrapasse”. Resta saber quem vai multar a CAGECE por essa enorme barbeiragem que põe em risco o futuro dos habitantes da praia sem futuro.

COMPARTILHE:

Picture of Allan aguiar

Allan aguiar

VEJA TAMBÉM

ASSINE A NEWSLETTER OS CEARENSES

Os CEARENSES

Assine a Newsletter
Os CEARENSES